sábado, 27 de dezembro de 2008

Maracanã, 14/12/2008, I was there...

Um final de semana planejado... e, por esse motivo, com 90% de chance de sair do roteiro. Foi então que Murphy disse "Amém!"




12/12/2008:
Planejado: Fazer uma escovinha para formatura, trabalho, prova (maldito dia para ter uma prova), colação e jantar de formatura.

Como foi: Às 07:45h, Jonas, meu namorado, resolve gentilmente acordar para me levar ao salão. Detalhe: o carro ficou com as janelas abaixadas no estacionamento (garagem a céu aberto), logo, perde-se um carro, ganha-se uma piscina móvel.

Ok, cheguei atrasada no salão e no trabalho. E pode não estar relacionado diretamente, mas também me atrasei para prova!

Às 18:00h, tentei chegar em casa mais cedo para antecipar alguns preparativos e ir para a prova quase pronta para colação, entretanto... o Jonas gentilmente foi me buscar no trabalho, justamente para apressar as coisas, porém a gente se desencontrou e atrasamos ainda mais.

Às 19:00h, fui mais cedo para prova... E, encontrei os formandos no caminho...

Às 21:00h, sai da prova... Poxa! Tinha que ser tão demorada assim? A colação já era... Ainda resta o jantar...

Às 22:00h, no Lagoa, em Laguna: relax... a partir de agora é só festa!!


13/12/2008:
Planejado: Ficar hospedados no Tourist, ir ao baile de formatura e sair até às 03:00h.

Como foi: Às 05:45h, estacionamos no Tourist, com um suave solavanco...

Às 14:30h, acordamos e fomos ver o estado do carro. Quinze minutos depois descobrimos que a poça de água no chão não era do ar-condicionado e, sim, do radiador. Quinze minutos após, descobrimos que o carro não tinha seguro. E, finalmente, quinze minutos mais tarde, resolvemos deixar para lá e ir para piscina nos divertir.


14/12/2008:
Planejado I: Acordar às nove e ir para Floripa, deixar o carro no aeroporto e embarcar para o Rio, encontrar o irmão do Jonas e ir para o Maracanã assistir o show.

Planejado II: Acordar às 06:40h, pegar um ônibus para Floripa às 07:20h, pegar um táxi na rodoviária para o aeroporto, pegar o avião, no Rio tomar um táxi até a churrascaria "Estrela do Sul" ou algo do tipo e ir para o Maracanã assistir o show.

Como foi: Às 04:30h, deixamos o baile e fomos dormir. Colocamos o relógio para despertar às 06:20h.

Às 06:40h, acordamos para deixar o hotel e pegar o ônibus para Floripa.

Às 07:40h, chegamos a rodoviária e o ônibus já tinha saído. Pagamos um taxista tartaruga para alcançar o ônibus. Detalhe: mais duas pessoas dependiam de nós para assistir o show. Nós tinhámos o cartão!

Finalmente, às 20:35h:








Mais de 70.000 pessoas.

Sentada num trono, a rainha lembra quem está no comando pop há três décadas.

Provocadora, dura, intimista, brincalhona e sexy, uma Madonna com mil faces e em ótima forma se apresentou mais jovem que nunca e deixou-nos boquiabertos. Em grande estilo. Ao mais puro estilo Madonna. Não há duvida que meio século e três filhos não conseguiram reduzir o vigor inesgotável da cantora. Com um corpo de dar inveja, o furacão se apresentou durante duas horas eletrizantes. Nem um vestígio da Madonna com prazo de validade vencido como dizem as más línguas. E, apesar dos 28 performancers e 8 telões, Madonna atraiu todos os olhares.

Em resumo, aos 50 anos, Madonna ainda ocupa ocupa o trono pop.




Momentos inesquecíveis:
- A abertura: Madonna sentada em um trono, reinando para dezenas de milhares de pessoas.
- O culto durante "Like a Prayer".
- Os saltos com corda em "Into the Groove".
- A interpretação de "Borderline" sozinha com sua guitarra.
- A participação virtual de Justin Timberlake.
- O visual de "Devil wouldn't Recognize you".
- O momento em que ela pede para um fã escolher uma canção, embora nem sempre a cante. (A do dia foi "Express Yourself, mas, antes "Everybody" foi negada).


Curiosidades:

Relação que, segundo rumores, foram ensaiadas mas descartadas do setlist final do show:

- Angel
- Buenos Aires
- Everybody
- Holiday
- Ring My Bell (de Anita Ward)
- Secret
- Impressive Instant


Alguns números:

- 653 horas de ensaios
- 200 esponjas triangulares para maquiagem
- 180 cotonetes - 3 por noite - para retoques de maquiagem
- 120 pincéis para maquiagem
- 100 pares de modelos antigos de meias finas compradas via eBay ou em lojas especializadas em dança
- 100 pares de joelheiras
- 69 violões acústicos
- 30 caminhões somente para os figurinos em cada show
- 18 araras para roupas para a banda, dançarinos e ciganos
- 10 caixas com medicamentos transportadas por avião
- 10 guitarras elétricas
- 8 trocas de figurino de Madonna durante os shows (ok, ok, Givenchy/Ricardo Tisci, Tom Ford, Miu Miu, Stella McCarteney, Moschino, YSL, Roberto Cavalli e Jeremy Scott).
- 4 freezers gigantes para bolsas de gelo para Madonna e dançarinos
- 4 batons da Marca YSL usados durante a turnê
- 3 ciganos romenos tocando instrumentos acústicos
- 3 compartimentos grandes somente para os figurinos da Madonna
- 3 curvex Shu Uemura para os cílios de Madonna
- 1 minuto e meio é o tempo que Madonna tem para trocar de roupa entre os blocos
- 1 fone de ouvido para o DJ cravejado de cristais Swarovski





GAME OVER



Fontes: http://www.madonnaonline.com.br/

http://blogs.abril.com.br/madonna-no-brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você não pode ter medo de um vegetal! (por Baby Patolino)