sábado, 23 de maio de 2009

O Meu Favorito no Mundo!

Pneumotórax


Febre, hemoptise, dispnéia e suores noturnos.
A vida inteira que podia ter sido e que não foi.
Tosse, tosse, tosse.


Mandou chamar o médico:
— Diga trinta e três.
— Trinta e três . . . trinta e três . . . trinta e três . . .
— Respire.


....................................................................................

— O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito infiltrado.
— Então, doutor, não é possível tentar o pneumotórax?
— Não. A única coisa a fazer é tocar um tango argentino.

(Manuel Bandeira)

Um comentário:

  1. Hahaha... olha, não digo que é meu favorito também, mas tá entre eles. Eu ache que tu já sabes, mas o Bandeira tinha um problema grave de pulmão. por isso escreveu essa "poesia". E dizem que ele escrevia muito quando estava com crises; passava noites em claro, sofrendo e escrevendo. OS vizinhos sabiam que ele estava doente pelas luzes acesas na madrugada e o barulho da máquina de escrever. João cabral de Melo Neto, que sofria de enxaqueca (como nós), escreveu uma Ode à Aspirina... vale a pena procurar e ler... Beijos!!!

    ResponderExcluir

Você não pode ter medo de um vegetal! (por Baby Patolino)