segunda-feira, 4 de outubro de 2010

O Journal de Bárbara...

Depois de ter escutado incontáveis vezes, resolvi falar sobre. Até por que pude acompanhar (de longe) parte do processo de criação. (leia-se: ensaios)

Mas, afinal, o quê EU poderia falar sobre o trabalho de Bárbara Eugênia?

Vejamos... Posso dizer:

...que ela, com aquele rostinho de boneca, está lançando "Journal de BAD"...

...que esse disco trata de amor, daquelas facetas "lugar-comum" com a qual nos identificamos: os rompimentos, o vai-e-vem, as decepções...

...que gosto do "ressurgimento" do rock psicodélico...

...que acho o disco bom do começo ao fim. Especialmente, quando ela divide os vocais com Tom Zé em "Dor e Dor". Sem falar em "Haru", "Ficar assim" e "Drop the Bombs"...

... que além de Tom Zé, tem participações de Karina Buhr, Otto, Tatá Aeroplano...

... que eu conheço (ao menos de dar 'oi' =P) o Dustan, que produziu o disco...

...e, que, por isso me alegram as críticas falando bem não só da voz e letras, mas dos arranjos (será essa a palavra?), da melodia, da canção!

Sim, poderia falar tudo isso e muito mais. Mas, na verdade, o que eu realmente queria dizer é que eu adoro quando vou ao estúdio e ela quem está ensaiando! =P

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você não pode ter medo de um vegetal! (por Baby Patolino)