domingo, 23 de janeiro de 2011

Then Comes The Rain - Dia #8

Dia de chuva. Eu deveria estar acordando agora em Sharkcity, mas ao invés disso fiquei em Criciúma. Estava chovendo muito e confesso que fiquei com medo de ficar ilhada na rodoviária de Tubarão. Muito fim de carreira. E, com Murphy me apadrinhando, certamente aconteceria.
Novidade totalmente inútil: estou viciada naquele jogo de bolinhas do FB. =P Joguei ontem até às 3h e acordei hoje às 8h para mais. Sim, eu tenho sérios problemas mentais.
Ao menos, parece que o Sol vai dar as caras.

Mas, ontem, aconteceu uma coisa estranha. De vez em quando, uma pessoa aparecia nos meus pensamentos. Do nada. Nem imagino por que razão. Ouvi, uma vez que, quando isso acontece, devemos rezar pela pessoa, que, ela está precisando. Cogitei fazer isso. Mas... as bolinhas... Talvez, seja uma transmissão de pensamento! Oh, tempo desocupado, esse meu! Daí, peguei o celular, quem sabe ligo e resolvo essa cisma? Ok, o número que eu tenho é antigo, mas acho que não mudou, portabilidade e tals... E, se a pessoa atender o que eu digo? "Oi, tive pressentimentos de que VOCÊ precisava desesperadamente falar comigo!" A resposta: "Hã? O quê? Te conheço? Sua louca?"
Pensamento final e reconfortante: quer saber? A pessoa em questão tem meu número, meu e-mail, meu twitter e até, talvez, leia o blog. Então, oras, que entre ela em contato comigo! Aff!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você não pode ter medo de um vegetal! (por Baby Patolino)