domingo, 3 de julho de 2011

Final (?) Feliz

Era uma vez, um príncipe e uma princesa. Eles se conheceram, apaixonaram, venceram a bruxa má, casaram, tiveram filhos, enfim, o final feliz perfeito.
No começo, o jovem casal saía todos os dias para passear pelos jardins do castelo; todas as semanas, para bailes; todos os meses, para viagens. 
Com o tempo, essas saídas foram rareando... A princípio, a princesa ficava chateada de ter que ficar todos os dias dentro do castelo, ocupada somente pelos filhos e pelas tarefas domésticas. Depois, ela acostumou-se e mal queria sair de casa. Era uma tortura, na verdade. Tinha vontade de ficar apenas no seu casulo seguro. Diziam, os criados, que eram um sinal de leve depressão.
Eis que um dia, o príncipe apareceu com a novidade: iriam naquele mesmo anoitecer a um baile!
Surpresa, lá foi a princesa em busca dos preparativos. Infelizmente, fora avisada tão em cima da hora que teria que repetir o vestido. Uma pena!
Tempos antes do combinado, o príncipe aparece ao quarto de arrumações da princesa. Ela pacientemente mexe nos cabelos, escolhe os sapatos, senta-se a penteadeira para começar o ritual de maquiagem.
A princesa tenta ignorar a impaciência do príncipe. "Oras" - pensava - "já faz tanto tempo que não vou à corte. E, se vou repetir o vestido, é essencial que esteja milimetricamente impecável."
Acabou descobrindo que o príncipe lhe dera o horário errado (como sempre! ou horário, ou endereço, ou data...) e, na realidade, estavam atrasados.
Discutiram. 
O príncipe saiu batendo portas e foi ao baile. Sozinho.
A princesa foi acometida por uma crise de enxaqueca. Deitou-se.
Entretanto, ela pode perceber que ele chegou muito além do final do baile.
Na manhã seguinte, tomaram café juntos.
Ela não perguntou. Ele não comentou. Ela nunca soube o que de fato acontecera.

O encanto se trincou.

Um comentário:

Você não pode ter medo de um vegetal! (por Baby Patolino)