sexta-feira, 11 de novembro de 2011

(Des)Delícias de Dividir um Teto II

Cenário: Sala. A porta do quarto aberta. De onde se pode ver perfeitamente o espelho de um armário. Ela prova uma roupa, na reta do espelho. Ele a observa, vendo seus movimentos pelo espelho. 
Ele - Você engordou. 
Ela - Hã? 
Ele - Você engordou. Antes era assim, agora está assim. (Gesticula em torno do quadril dela.) 
Ela percebe que ele a olha através espelho. Dá uns passos em direção ao espelho. 
Ele - Nossa! Você viu? 
Ela - O quê? 
Ele - Que esse espelho deforma as pessoas. Engorda a silhueta nesse ponto. (Aponta para onde ela estava anteriormente). 
Ela - E não é o que vivo repetindo desde que mudamos para cá? ¬¬

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você não pode ter medo de um vegetal! (por Baby Patolino)